VERTENTE LITORÂNEA

Pertencente à Região Hidrográfica do Atlântico-Sudeste, conforme a divisão hidrográfica do Brasil adotada pelo IBGE e pela ANA, a Vertente Litorânea é composta pelos Comitês de Bacias Hidrográficas Ribeira de Iguape e Litoral Sul – CBH-RB, Baixada Santista – CBH-BS e Litoral Norte – CBH-LN, agregando, desta forma, as três Unidades Hidrográficas de Gerenciamento dos Recursos Hídricos (UGRHI) do estado de São Paulo que têm interface com o Oceano Atlântico, junto ao maior corredor ecológico de Mata Atlântica e seus ecossistemas associados (com presença de estuário).

Os três comitês se integram pelo compromisso comum de lançar água limpa no mar, pelas semelhanças entre seus territórios, com problemas e desafios similares na gestão das águas doce, salobra e salina, o que deve ser levado em conta para estudos, intervenções, pesquisas e projetos. A identidade da Vertente Litorânea não está apenas no conceito de divisão administrativa, mas também naquilo que a potencializa para se tornar um movimento sinérgico de fortalecimento dos comitês e influência política em sua atuação e nas reivindicações junto ao Sistema Estadual de Recursos Hídricos.

A Vertente Litorânea é o elo de promoção da comunicação entre os comitês, legitimada pela representatividade de seus membros. Se coloca como um espaço que permite diálogos, compartilhamento de experiências, construção de diretrizes comuns, aprendizados e ações conjuntas, que integrem e fortaleçam os comitês. As propostas de ações com objetivo de realizar atividades articuladas entre os três comitês da Vertente Litorânea compõem o Plano de Bacias Hidrográfica dos respectivos Comitês. Em 2018, considerando os temas que foram definidos como prioritários, houve o estudo e aprofundamento conjunto com relação à disponibilidade hídrica da vertente.